terça-feira, 23 de abril de 2013

De tudo um pouco desde que não seja pouco.



O brilho que reluz do teu olhar aguça-me desejo profundo do teu paladar.
Olhos teus já me comem num piscar
Tua boca, tenho certeza, numa abocanhada há de me devorar.
Tuas mãos bastará um toque, pra fazer-me delirar..

Cara de boneca mas sei do que tu gosta
Tapa na cara não te faz ser vadia
Entre quatro paredes só não faltará ousadia.

Desenha com tuas unhas algo abstrato que percorre todo o corpo meu
Desliza incontrolavelmente sua língua no meu ser carente
Sussurre ao pé do ouvido: Isso é pecado. sexo proibido.

Escondido é interessante mas não o suficiente.

Moça:
Agora que tu abriu meu apetite
Mata minha fome
Não pretendo ser mera amante
Quero ser tua mulher
Herdar teu sobrenome.

12 comentários:

  1. Você se expressa de um jeito tão bom de ler :)

    ResponderExcluir
  2. Olá, vim para agradecer sua visita e dizer que no meu cantinho tem Novidades.
    Bjinhos, se cuida

    (desculpa pelo Ctrl C+Ctrl V, falta de tempo)

    ResponderExcluir
  3. Oii Le, não tenho face,estou no meu email :)

    ResponderExcluir
  4. Você arrasa. A conclusão foi perfeita! Lindo demais. "Herdar teu sobrenome" foda!

    www.semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. A música nos faz viajar, é muito tranquilizante né?

    Adorei seu poema ousado :b

    ResponderExcluir
  6. Lêê, olha que coisa perfeita:
    "Agora que tu abriu meu apetite
    Mata minha fome
    Não pretendo ser mera amante
    Quero ser tua mulher
    Herdar teu sobrenome."

    Eu simplesmente amei, e o GIF combinou como uma luva com o texto! Quando acho que você já não pode surpreender com as palavras, você prova exatamente ao contrário. Rs.
    Facebook
    Humble Opinion

    ResponderExcluir
  7. Ardende, quente, intenso.
    Amos seus textos de paixão louca.
    Tenho mais vontade de amar e me entregar por inteiro.

    Lindo!

    ResponderExcluir
  8. Uma divagação bem sensual e quente...

    abraços!

    http://princessandfashion.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. Cativador e, ao mesmo tempo. forte, selvagem. Li seu texto como se um fosse um furacão. Há uma pressa e uma calma. Não sei explicar. Bonito, bonito...

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Toda vez que começava a escrever meu comentário, observei que praticamente todas as coisas que pensei sobre seu texto, o pessoal aqui em cima também pensou. Então, vou somente comentar um ''assino em baixo'', hahaha!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  11. Quanto desejo de poder possuir. rs

    Beijos

    ResponderExcluir